IMPACTUR: Informação estatística sobre sector do turismo em Portugal, através de um sistema de indicadores como o RevPar, sazonalidade, Low Cost, competitividade, mercados emissores e previsão. IMPACTUR: Tourism Statistic information about Portugal, through a system of indicators like RevPar, Low Cost, competitiveness, incoming passengers, overnight stays and forecast.
                     
Relatório Anual de 2016 - MadeiraVersão de Impressão
Descrição do comportamento do mercado turístico da região no ano em análise. [ Ler mais ]
As notas metodológicas de suporte ao relatório encontram-se neste documento.
Números do ano
25,0%
Peso do mercado alemão no total das dormidas em estabelecimentos hoteleiros.
31,1%
Sazonalidade. Concentração de dormidas em estabelecimentos hoteleiros no trimestre de ponta.
47,5 €
Valor do rendimento médio mensal por quarto – RevPAR.
Dormidas e hóspedes nos estabelecimentos hoteleiros
2016, total do ano (valores homólogos)
 DormidasHóspedes
Taxa variação homóloga 2016/15:9,5%10,4%
Taxa variação homóloga 2016/14:14,6%17,0%

Fonte: Instituto Nacional de Estatística, Portugal
Taxa de ocupação líquida e estada média nos estab. hoteleiros
Evolução anual (variações homólogas)
 Tx OcupaçãoEstada Média
Tx variação homóloga 2016/15:5,4 p.p.0 noites
Tx variação homóloga 2016/14:10,0 p.p.-0,1 noites

Fontes: Instituto Nacional de Estatística, Portugal; Turismo de Portugal, I.P.
Dormidas nos estab. hoteleiros por país de residência habitual
2016: Portugal + 4 principais mercados emissores (distrib. relativa)

Fonte: Instituto Nacional de Estatística, Portugal
Dormidas nos estab. hoteleiros por país de residência habitual
Evolução trimestral: Portugal + 4 principais mercados emissores (var. homólogas)

Fonte: Instituto Nacional de Estatística, Portugal
Passageiros desembarcados por tipo de voo
Para a NUT escolhida não existem dados disponíveis



 
Passageiros desembarcados por aeroporto/cidade origem do voo
Para a NUT escolhida não existem dados disponíveis



 
Dormidas por categoria de estabelecimento hoteleiro
2016 (distribuição relativa)
 
 

Fonte: Instituto Nacional de Estatística, Portugal
Sazonalidade nas dormidas em estabelecimentos hoteleiros
Evolução mensal dos últimos 4 anos
Taxa de sazonalidade das dormidas em 2016:31,06%
Índice de amplitude sazonal:1,63

Fonte: Instituto Nacional de Estatística, Portugal
REVPAR - Revenue Per Available Room
2016, média diária (valores homólogos)
 
 

Fonte: Instituto Nacional de Estatística, Portugal
                     Estimativas da Universidade do Algarve, CIITT
Proveitos totais nos estabelecimentos hoteleiros
2016, total do ano (valores homólogos)
Tx variação homóloga16,2%
Percentagem dos proveitos totais da NUT em relação ao total nacional13,0%

Fonte: Instituto Nacional de Estatística, Portugal
                     
Análise de risco
2016
 
 
ValorÍndice de risco
da regiãoface ao país (0-1)
   
Concentração regional13,57%0,3982
   
Concentração na hotelaria tradicional62,67%0,0000
   
Pressão demográfica0,07570,6585
   
Pressão territorial6961,0000

O gráfico sugere a ideia de risco da região em relação aos mínimos e máximos verificados no conjunto das regiões em idêntico período, bem como a identificação individual do(s) indicador(es) que mais contribuem para o risco.
Quanto maior a área preenchida maior o risco.
Fontes: Instituto Nacional de Estatística, Portugal; Instituto de Conservação da Natureza
Análise de competitividade
2016
 
 
ValorÍndice de competitividade
da regiãoface ao país (0-1)
   
Taxa de ocupação/cama70,86%1,0000
   
Diversificação de mercados emissores38,17%0,4668
   
REVPAR47,460,7038
   
Crescimento médio acumulado da procura (últimos 3 anos)7,03%0,1399

O gráfico sugere a ideia de competitividade da região em relação aos mínimos e máximos verificados no conjunto das regiões em idêntico período, bem como a identificação individual do(s) indicador(es) que mais contribuem para a competitividade.
Quanto maior a área preenchida maior a competitividade.
Fontes: Instituto Nacional de Estatística, Portugal; Turismo de Portugal, I.P.
Data do relatório 26-03-2017
 
Optimizado para uma resolução de 1024 x 768 | Alojado no servidor da UALG